Número total de visualizações de página

segunda-feira, 23 de maio de 2011

campanha eleitoral arrancou a 22 de maio

Para muitos dos nossos seguidores, alunos desta nossa casa, estas próximas eleições constituem a primeira oportunidade de votar. Vão sentir-se responsáveis pelo destino de Portugal e, certamente, vão compreender que este é um direito que a idade lhes confere mas é também, e sobretudo, um dever.

Assim, não é demais lembrar esta notícia da Lusa, publicada ontem:

Lisboa, 22 mai (Lusa) - A campanha eleitoral para as legislativas antecipadas de 05 de junho arranca hoje oficialmente e prolonga-se por 13 dias, apesar dos líderes dos principais partidos já andarem na estrada há várias semanas.
No total, dezassete forças políticas apresentaram listas, mas apenas nove partidos e uma coligação concorrem a todos os círculos eleitorais. Os portugueses vão assim eleger os 230 deputados que compõem a Assembleia da República, 47 eleitos pelo círculo de Lisboa e 39 pelo círculo do Porto. Coimbra elege menos um lugar, ganhando Faro mais um mandato.
Em relação a 2009, as cinco principais forças políticas mantêm os seus líderes, à exceção do PSD: Pedro Passos Coelho sucedeu entretanto a Manuela Ferreira Leite na presidência dos sociais-democratas. Assim, José Sócrates (PS) é novamente candidato a primeiro-ministro, tal como Paulo Portas (CDS-PP), Francisco Louçã (BE) e Jerónimo de Sousa (CDU).

4 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Contos e ditos disse...

Eu voto desde Abril de 74, sem abstenções e as dúvidas são tantas...
Apesar de...considero que a abstenção não é voto!

Graça Martins disse...

É muito importante exercer esse direito. E a juventude deste país deve envolver-se na sua orgânica para que sinta o seu papel de cidadão activo.
Não deixem de votar, jovens!

Marta disse...

Eu vou votar.