Número total de visualizações de página

sábado, 12 de março de 2011

desafio XIII

Quem adivinha o que isto é? O primeiro a adivinhar ganha um... :)
(...)
5 — O docente que seja seleccionado para o exercício da função de professor classificador terá de frequentar acções de formação acreditadas em cada um dos anos do período de vigência do acordo a que se refere o n.º 3 do artigo 4.º
6 — Ao GAVE compete assegurar a formação referida no número anterior, acreditada pelo conselho científico-pedagógico da formação contínua.
7 — A frequência dos módulos de formação em regime presencial é equiparada a serviço oficial, beneficiando os docentes, para o efeito, de dispensa de serviço na escola.
8 — A avaliação dos formandos é anual e finaliza-se mediante a entrega de um relatório crítico que consubstancie uma apreciação sobre a experiência individual relativa ao exercício da função de classificador, nos termos que vierem a ser definidos pelo GAVE.
9 — O relatório crítico referido no número anterior deve ser entregue ao GAVE, anualmente, até ao 10.º dia útil do mês de Setembro, usufruindo o professor classificador, para este efeito, de dispensa das tarefas não lectivas por um período máximo de três dias.

7 comentários:

Anónimo disse...

qualquer coisa haver com ministério da educação e com stores

Maria José disse...

Eu sei do que se trata. Vou ganhar um... :)
Professores "recrutados" para classificadores de exames de 12º ano.
Também estou nesse barco. E tenho formação ao SÁBADO TODO O DIA!!! Será que vão pagar horas extras ou também é "serviço oficial"? Que belo prémio!!! Um "corpo de elite" a troco ZERO e com serviço para duas fases e quatro anos, de "borla"!!!
Com que direito dispõem assim das nossas vidas???

Helena disse...

Eu também e detesto a ideia.
"Que posso eu fazer, sim, que posso eu fazer?"

iza disse...

Eu tenho andado a pensar no positivismo comptiano e na crença científica de que, finalmente, a ciência tem a chave da política, da economia, da justiça, da EDUCAÇÃO, e nós, os ignorantes, insistimos em resistir a este ideal esclarecido, capaz de trazer a felicidade a todos os homens, estabelecendo o paraíso na terra....
A FORMAÇÃO permanente permitir-nos-á aceder a esse CÉU...onde não haverá mais pobres, nem doentes, nem precaridade... onde, finalmente,seremos todos iguais. Amen!

Anónimo disse...

Como é possível que ao fim de tantos anos de ensino e de correcções seja necessário frequentar acções de formação!

Maria José disse...

E o que se espera deste grupo!... Já leram o que veio da JNE/GAVE, último parágrafo?

Anónimo disse...

Deixem-nos dar aulas... Foi aquilo que nos atraiu para a profissão.
M