Número total de visualizações de página

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

hoje


Sobretudo por TODOS aqueles que a não podem fazer.

2 comentários:

iza disse...

Ó Marcelo, é muito pertinente a tua provocação e põe-nos todos a pensar. A primeira coisa seria pensar sobre a especificidade do funcionamento de uma escola e perguntarmo-nos sobre o que são serviços mínimos em educação?

Fico à espera de mais...
Abraços!

Marcelo disse...

Quando me referia a "serviços mínimos", queria dizer os serviços indispensáveis para a escola não fechar (cantina aberta, e um número razoável de funcionários - se bem que aqui, as escolas já estão com os serviços mínimos). Se as secretarias ou as reprografias não funcionarem, as escola têm condições para funcionar.
Agora, quando uma escola fecha em dia de greve, os professores são impedidos de fazer o seu trabalho. No meu ponto de vista, isto é um verdadeiro condicionamento ao direito ao trabalho, proclamado na mesma constituição que prevê (e muito bem) o direito à greve.