Número total de visualizações de página

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

nós - um pouco de História

Águas Santas é uma freguesia portuguesa do concelho da Maia, com 7,86 km² de área e aproximadamente 29.000 habitantes (2006). Densidade: 3 212,3 hab/km². A freguesia é limitada a noroeste pela freguesia de Milheirós, a norte por Nogueira e a sul por Pedrouços.
A freguesia é atravessada pelo rio Leça.

É uma das vilas mais densamente populosas da zona de Entre Douro e Minho, e possui a viabilidade de numa data futura receber estatuto de cidade. Actualmente permanece como a vila mais populosa do distrito do Porto e da Região Norte de Portugal.

História

A origem da freguesia de Águas Santas é anterior à formação da nacionalidade, havendo mesmo vestígios que asseguram a sua existência já no século VI. No entanto, o documento mais antigo que se conhece data de 1405 e consta dos registos relativos ao ano 1120 uma referência a Sancta Marya Aquis Sanctis, num foral de doação da cidade do Porto ao Bispo D. Hugo.

mosteiro de Águas Santas
Conta a lenda que a madre superiora de um convento, ao saber da aproximação dos romanos, escondeu a imagem da Virgem Maria junto de uma fonte. Tempos decorridos, uma mulher que havia ido buscar água à fonte, reparou no invólucro ali junto resguardado e qual o seu espanto, ao desembrulhá-lo e ver a imagem de Nossa Senhora chorando. O povo, ao saber da notícia, chamou-lhe Fonte de Águas Santas. Mais tarde foi construída perto da fonte, a Igreja do Mosteiro de Águas Santas. Esta seria, então, a história do nome da freguesia.

Foi elevada a Vila no ano de 1986.

Património

Águas Santas destaca-se pelo seu riquíssimo património histórico, arqueológico e artístico. Tem no seu Mosteiro uma das maiores riquezas patrimoniais. A sua desconcertante arquitectura deve-se às múltiplas reformas que foi sofrendo ao longo dos tempos. Uma escultura em bronze de autoria de Soares dos Reis (1874) embeleza uma sepultura no cemitério local.

Sem comentários: